Arquivo da tag: IBGE

Conheça as Funções de Agente Censitário e Analista Censitário do IBGE

Resultado de imagem para agente censitário e analista ibge

Olá,

As principais vagas oferecidas pelo Concurso do IBGE é de agente censitário e analista. A quantidade de vagas oferecidas a cada edital e a remuneração são os principais atrativos para os concurseiros de todo o país.

O que o IBGE faz?

É a sigla para Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e é uma organização pública responsável pelos levantamentos e gerenciamentos dos dados e estatísticas brasileiras. É conhecido principalmente por executar o censo demográfico, que consiste na pesquisa sobre a população nacional, reunindo dados sobre a vida das pessoas, entre outras informações, como o número de habitantes, o número de homens, mulheres e crianças, entre outras.

Os profissionais que auxiliam na captação destes dados são:  agente censitário administrativo (ACA), o agente censitário regional (ACR) e o analista censitário (AC).

Abaixo você confere as funções de cada um dos cargos:

Agente censitário administrativo (ACA)

A função do agente censitário é, basicamente, participar da apuração dos dados do Censo Agropecuário desde o planejamento até o desenvolvimento final das análises, registrando e arquivando todas as informações. “Os ACAs atuarão junto às equipes administrativas nas capitais dos estados, exercendo atividades ligadas a recursos humanos, materiais e financeiros, e também na organização da logística da operação”, explica a coordenadora.

Agente censitário regional (ACR)

agente censitário regional integra a equipe que atua nas agências do IBGE na função de coordenador de subárea, sendo responsável pelo preparo da logística e pela execução da coleta de dados.

Conforme afirma Maria Vilma, os ACRs serão responsáveis pela coordenação das atividades de preparo e execução da operação em um grupo de municípios, desde a instalação dos postos de coleta, contratação de pessoal da coleta de dados, treinamento, acompanhamento e supervisão dos trabalhos de campo. “Os ACRs, dadas as suas atribuições, devem ter perfil gerencial”, destaca.

Analista censitário (AC)

Os analistas são profissionais especializados de diversas áreas como tecnologia da informação, comunicação e administração. Estes atuam junto às equipes das Unidades Estaduais do IBGE em atividades operacionais e tecnológicas participando das etapas de planejamento, análise e disseminação dos dados da operação censitária nas especialidades de: análise de sistemas, análise socioeconômica, auditoria, biblioteconomia e documentação, ciências contábeis, design institucional, engenharia agronômica, engenharia cartográfica, gestão e infraestrutura, jornalismo, logística, métodos quantitativos, produção gráfica/editorial, programação visual, recursos humanos, relações internacionais, relações públicas e webdesign. No edital de abertura, você tem acesso à todas as competências de cada função.

Até logo!

Fonte: Canal do Ensino.

Anúncios

IBGE abre Processo Seletivo com 24.984 vagas para Censo Agropecuário 2017

IBGE abre Processo Seletivo com 24.984 vagas para Censo Agropecuário 2017

A Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está com inscrições abertas para o Processo Seletivo voltado à contratação de profissionais temporários para a realização do Censo Agropecuário 2017.

Executado pela Fundação Getulio Vargas, a seleção visa o preenchimento de 24.984 vagas, distribuídas entre todos os Estados brasileiros, para as funções de Agente Censitário Municipal (1.272) e Agente Censitário Supervisor (4.867), ambas de Nível Médio e com duração de contrato de 7 meses; e Recenseador (18.845), de Nível Fundamental, com duração de contrato de até 5 meses.

Os profissionais contratados farão jus à remunerações de R$ 1.600,00 e 1.900,00. A jornada de trabalho para os cargos de Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor será de oito horas diárias, enquanto a carga horária para o cargo de Recenseador será de, no mínimo, 25 horas semanais.

Os interessados devem se inscrever do dia 24 de abril ao dia 23 de maio de 2017, exclusivamente via internet, pelo site www.fgvprojetos.fgv.br. Na ocasião, os mesmos deverão preencher o requerimento de inscrição que será exibido e, em seguida, enviá-lo de acordo com as respectivas instruções. A taxa de inscrição será cobrada no valor de R$ 22,00 ou R$ 39,50.

A seleção dos concorrentes será composta de Prova Objetiva, prevista para o dia 16 de julho de 2017, no horário das 13h às 17h, sendo observado o horário oficial de Brasília – DF. Já para o cargo de Recenseador será realizado Treinamento, de caráter eliminatório e classificatório.

O Treinamento, a ser realizado pelo IBGE, terá a duração total de quatro dias, com carga horária de 8 horas diárias. Serão convocados os candidatos aprovados dentro do número de vagas, conforme a distribuição do Quadro de Vagas disponível e o resultado final da Prova Objetiva. Os locais para realização das provas serão divulgados no site www.fgvprojetos.fgv.br.

A validade do presente Processo Seletivo será de dois anos, contados a partir da data de divulgação do resultado final, conforme o edital completo já disponibilizado em nosso site para consulta.

Links

Fonte: PCI Concursos

CONCURSO IBGE: BANCA DEVE SAIR NAS PRÓXIMAS SEMANAS

Resultado de imagem para ibge

O concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística terá 600 vagas de níveis médio e superior. As remunerações serão de até R$ 9,1 mil.

 

No decorrer das próximas semanas, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deve divulgar o nome da banca organizadora do seu próximo concurso. Acontece que a assessoria de imprensa do instituto afirmou que a intenção é que o edital seja lançado até o final de dezembro.

Ao todo, o processo seletivo contemplará 600 vagas, sendo 460 para técnico em informações geográficas e estatísticas; 90 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas; e 50 para tecnologista em informações geográficas e estatísticas. O cargo de técnico será destinado aos candidatos com ensino médio completo, enquanto os outros dois empregos exigirão formação superior em áreas específicas.

Lotação do concurso IBGE

Com relação à distribuição das vagas, o departamento de comunicação do instituto disse que ela ainda não foi definida, mas a probabilidade é de que o cargo de nível médio seja lotado em unidades de todo o Brasil e as chances de nível superior fiquem concentradas no Estado do Rio Janeiro.

A assessoria de imprensa do IBGE também informou que o que foi enviado às empresas candidatas à organização do certame é um projeto básico, para que, com base nessas informações, as instituições possam apresentar suas propostas. Ou seja, a distribuição das vagas que consta no documento pode sofrer alterações até a publicação do edital.

Consta no projeto que a maior parte das oportunidades de nível superior será para o Rio de Janeiro (118). As demais chances podem ficar para os Estados de São Paulo (3), Amazonas (1), Amapá (2), Bahia (1), Espírito Santo (1), Goiás (1), Minas Gerais (3), Mato Grosso (1), Pará (2), Pernambuco (1), Piauí (1), Rio Grande do Norte (1), Rio Grande do Sul (1) e Santa Catarina (2), além do Distrito Federal (1).

Para o posto com exigência de ensino médio, deve haver ofertas para todos os Estados, exceto para Roraima e Amapá. Portanto, a previsão é de que as chances fiquem para as regiões de São Paulo (56), Acre (5), Alagoas (8), Amazonas (7), Bahia (39), Ceará (24), Distrito Federal (20), Espírito Santo (9), Goiás (18), Maranhão (12), Minas Gerais (46), Mato Grosso do Sul (6), Mato Grosso (8), Pará (18), Paraíba (8), Pernambuco (25), Piauí (10), Paraná (31), Rio de Janeiro (36), Rio Grande do Norte (9), Rondônia (5), Rio Grande do Sul (30), Santa Catarina (17), Sergipe (8) e Tocantins (5).

Para São Paulo, estima-se que a distribuição das vagas de técnico ocorra nos seguintes 24 municípios: Araraquara (1), Avaré (1), Barretos (1), Bauru (2), Botucatu (1), Catanduva (1), Guaratinguetá (1), Itu (1), Limeira (1), Lins (1), Marília (1), Mauá (1), Ourinhos (1), Presidente Venceslau (1), Registro (1), Santos (2), São José do Rio Pardo (1), São Paulo (31), São Sebastião (1), Sumaré (1), Suzano (1), Tatuí (1), Taubaté (1) e Tupã (1).

Atribuições do técnico do IBGE

Os principais deveres do técnico em informações geográficas e estatísticas são: coletar dados em diversas fontes, organizar, criticar, corrigir, lançar, tratar e manter os dados garantindo a sua integridade, confidencialidade, disponibilidade, atualização e fidedignidade; realizar entrevistas em domicílios e estabelecimentos informantes para obtenção de dados conforme metodologia e plano de supervisão da pesquisa; realizar levantamentos topográficos/geográficos/cartográficos com vistas a manter atualizada a base territorial dos municípios; proceder à compilação, montagem e organização dos elementos cartográficos, segundo as especificações e normas adotadas; executar e apoiar as tarefas ligadas à manutenção e atualização da rede física dos marcos geodésicos do IBGE; atuar nas diversas modalidades de disseminação de dados e informações, prestando suporte e orientações aos usuários; entre outros.

Fonte: Jornal dos Concursos