Todos os posts de Iaslan Nascimento

O CONTADOR VIU O PRIMEIRO EPISÓDIO DE DEUSES AMERICANOS

Vem conferir o que achamos do primeiro episódio de Deuses Americanos!

Por Iaslan Nascimento

Deuses americanos é uma série baseada no livro de mesmo nome escrito por Neil Gaiman, teve sua estreia no domingo (30 de abril) e não decepcionou (pelo menos não no primeiro episódio). A história de Deuses Americanos é a seguinte os deuses e as criaturas mitológicas existem porque as pessoas acreditam neles. Porém, o poder destes seres mitológicos foi diminuindo à medida que as crenças das pessoas foram desaparecendo. No entanto, surgiram novos deuses que refletem as obsessões dos americanos com a mídia, celebridades, tecnologia, drogas entre outros, que se tornam os deuses da nova era, então temos o embate entre os deuses antigos (egípcios, nórdicos e afins) contra esses deuses atuais(mídia, internet e entre outros).

O personagem principal é o Shadow Moon (pelo menos do primeiro episódio, não li o livro então também não sei de nada, mas só pelo primeiro episódio é,  quero começar a leitura o mais rápido possível) -um ex-presidiário que é contratado pelo Sr. Wednesday (Sr. Quarta-feira se for traduzido, mas como é nome próprio não é traduzido) para fazer alguns serviços (que no primeiro episódio não sabemos que tipo de serviços são esses).

gallery-1490789335-american-gods-characterart-shadowmoon-amazon
Shadow Moon um dos personagens principais da série.

Confesso o primeiro episódio não revela muito da trama, mas é muito legal, pois deixa um ar de mistério e curiosidade em relação tanto ao que vai acontecer com os personagens e o que vai acontecer na história. E há fica a dica, não recomendado para menores de 18 por conter cenas com violência excessiva (muito sangue) e sexo (se você assiste Game of Thrones e Vickings você já deve estar acostumado com esse tipo de cena). A série tem tudo pra dar certo, bons personagens, uma história bacana com uma premissa muito envolvente, cenários muito bonitos e uma fotografia de dar inveja a muito filme. A série chega com moral para ser a sucessora de Game of Thrones. Deuses Americanos terá apenas 8 episódios em sua primeira temporada e tem como diretor Bryan Fuller que já dirigiu Hannibal e Pushing Daisies.

Gostei muito do que eu vi no primeiro episódio espero que a série continue com o bom nível apresentado no primeiro episódio. Assistam a série e comentem o que vocês acharam até a próxima, Valeu!

VIAJAMOS ATÉ RECIFE E PODEMOS DIZER: CCXP TOUR NORDESTE FOI ÉPICA!!!

O Contador viajou até Recife e acompanhou um dos maiores eventos geek já realizados no nordeste.

POR IASLAN NASCIMENTO
RECIFE/PE

Primeiramente mil desculpas pela demora, sei que já faz uma semana desde de o primeiro dia do evento, mas quando voltei de viajem tinha mil e uma coisas da faculdade para por em dia, e hoje surgiu um tempinho pra escrever, bom vamos lá serei breve.

A CCXP(Comic-Con Experience ) Tour Nordeste ocorreu dos dias 13 à 16 de Abril em Recife/ PE, o evento internacional iniciou seu quarto ano no Brasil aqui em terras nordestinas, e assim como prometido foi ÉPICO, vou tentar falar um pouco de tudo que rolou nesses quatro dias de evento.

O primeiro ponto que quero mencionar aqui é sobre a organização do evento, cara foi de longe o evento de cultura geek/nerd mais organizado que eu já fui em toda minha vida, tinha mapas do evento sendo distribuídos, uma equipe de staff´s super preparada para nos atender.

Os estandes eram um show a parte todos estavam lindos, tinha estandes da Netflix com suas séries e brincadeiras com brindes, na Netflix você podia participar do Karaokê com as músicas das séries, podia montar o máximo de cubos como na série 3%( série brasileira produzida pela própria Netflix), você podia brincar no jogo da memoria com a parede com luzes de natal de Stranger Things e responder o Quiz sobre Séries da Netflix, Estava lá também o estande da  Warner com seus filmes (Mulher maravilha, Rei Arthur) e brindes sendo distribuídos( bastava encarar filas enormes de horas, daqui a pouco falo das filas) . Claro havia vários outros estandes como o da Panini com suas revistas em quadrinho, Iron Studios com suas action figures, a Leya com livros entre outros.

ccxp20
Estande da Netflix

O artists’alley foi um dos meus lugares favoritos. O artists’ alley é o local onde os quadrinistas ficam e recebem seus leitores. Eu amei vistar o artists’ alley vi quadrinistas famosos, quadrinistas que acompanho pela internet, tirei fotos, pedi autógrafos, e claro comprei aquela revista em quadrinhos de um dos meus artistas favoritos (e ainda ganhei um desenho feito por ele na hora. É indescritível a emoção tanto de nós leitores ao conhecer os quadrinistas quando dos artistas que vêem seu trabalho ser valorizado.

ccxp19
A Direita temos José luiz Garcia- Lopez e Eddy Barrows dois dos quadrinistas internacionais que estavam no evento. Ambos quadrinistas da DC Comics

Agora vamos falar das exclusividades da CCXP Tour, mais abaixo vemos duas fotos que separei a entrada para o painel de Star Wars antes de ver o trailer e logo depois de ver o trailer. Como conteúdos exclusivos para quem foi para o auditório Twitch Tivemos a exibição do primeiro trailer de Star Wars 8 os últimos Jedi, que foi lindo, cara eu me arrepiei muito. A Warner exibiu 5 minutos do filme da Mulher Maravilha (Duas cenas de luta do filme) que infelizmente perdemos devido a grande fila que tinha pra entrar nesse auditório, mas vimos no domingo 9 minutos do filme de Guardiões da Galaxia Vol. 2 que vai estreia no dia 27 desse mês fica a dica(e antes que eu esqueça esse painel começava de 16:00 para poder assistir essas cenas ficamos na fila desde as 14:00 pode parecer pouco duas horas na fila, mas já era o quarto dia de evento e já estávamos destruídos não aguentávamos mais filas rsrs).

Não que eu considere um ponto negativo mas tenho que citar o grande Vilão da CCXP Tour e todas as Comic-Con’s ao redor do mundo as FILAS, só pra você ter ideia no 3º dia do evento (dia que perdemos o painel da Warner) encaramos uma fila com mais de 700 pessoas só para entrar no evento. Tinha fila pra tudo, fila pra ganhar brindes(as maiores), fila pra entrar em determinadas lojas como mundo geek e a loja da Disney, fila pra tirar fotos no trono de ferro(Game of thrones), com a Mulher Maravilha, BB-8(Star Wars), Trono de sansão(Um trono feito só com sansão’s o coelhos da mônica), com as estatuas em tamanho real do Hulk e HulkBuster(armadura do Homem de ferro para enfrentar o Hulk). Mas as filas não tirão a beleza do evento até porque elas também fazem parte desse show, até porque Comic-con sem filas kilometricas não é uma Comic-Con.

ccxp15
As filas para entrar… Affs!

Bom pessoal desculpa a demora pelo texto, desculpa o texto um pouco curto para contar os 4 dias, mas meio que eu fiquei bem perdido era muita coisa pra falar. Tenho só tenho mais uma coisa a dizer foi ÉPICO um dos melhores eventos que eu já fui na minha vida!. Abaixo segue algumas fotos do evento:

ccxp cosplays
Cosplays no evento

ccxp4
Um evento para pais e filhos

ccxp6
Carlos villagrán vestido de Kiko
ccxp14
Antes do painel de Star Wars
ccxp8
Depois do trailer de Star Wars

ccxp18
Mulher Maravilha
ccxp13
Corredores da CCXP
ccxp11
CCXP
ccxp5
Agradecimento da CCXP

Até qualquer hora!

 

O CONTADOR VIU: POWER RANGERS

GO GO POWER RANGERS!

É meu amigo eu finalmente vi o novo filme dos Power Rangers. Confesso esse foi um filme que fiquei bastante curioso quando ele foi anunciado, fiquei feliz por poder ve-los novamente nas telas do cinema, porém quando vi as primeiras imagens dos trajes deles, bateu um forte desgosto esses caras com essas roupas não são os power rangers eles nem usam lycra. quanto mais as artes conceituais saiam mais decepcionado eu ficava, cara quando eu vi o design do alfa eu quase tive um infarto, claro isso porque eu acompanho os power rangers desde bem pequeno e assisto até hoje então fiquei bastante chocado com as modificações.

power-rangers-2017
Primeira imagem divulgada do traje dos heróis.

Quando vi os trailers as coisa mudaram, nas cenas estava muito mais fácil de aceitar tais trajes. Mas sou fã de power ranger e quanto mais se aproximava da estreia do filme mais hypado eu ficava. enfim vi o filme e gostei, e todo o meu preconceito com as armaduras se foi (porém agora que tem metal na armadura eles não soltam faísca #chateado).

Gostei principalmente dos personagens e dos seus dramas, da sua realidade tão próxima da realidade de um adolescente. Uma das diferenças das sagas da TV para esse longa é que  os nossos heróis  são jovens que possuem problemas e que estão na detenção, já nas Séries de TV eles nunca iriam pra detenção. O melhor personagem do filme é Billy (o ranger azul) que esta dentro do espectro de autismo. O Billy é o alivio cômico do filme e ele funciona muito bem o filme inteiro.

Falando do filme a primeira cena  é fantástica, é linda visualmente e uma boa introdução mostrando que nessa versão o Zordon era o ranger vermelho e Rita Repulsa ( vilã do filme) era a antiga ranger verde que se voltou contra os seus companheiros. O filme tem muitos diálogos para apresentar os personagem, mas não são diálogos chatos são importantes para que a história ande bem.

Os rangers só morfam uma vez no final do filme, mas lutam pouco na rua morfados a maior parte da luta é dentro dos Zords que pra mim foi o ponto que não gostei, primeiro não gostei muito do design dos zords, o zord do ranger preto é irreconhecível não parece com um mamute e o zord ainda tem três patas diateiras ,porque? mas a luta final é legal, mas gostaria de ver eles lutando mais tempo sem os zords.

Bom teve nostalgia sim, teve os elementos que temos nas séries de TV, nem todos, mas alguns (queria ver as faíscas ) e antes que eu me esqueça tocou Go Go Power ranger sim, 5 segundo mas tocou e o alfa fala “ai ai ai”. Fiquei feliz por ter assistido um filme dos power rangers no cinema e amigos não será o última a produtora responsável tem a intenção de lançar pelo menos 3 filmes dos power rangers.

Bom minha nota é 7/10 e o principal motivo é o desing dos zords principalmente por é confuso saber qual animal o zord representa.

O CONTADOR VIU: LOGAN

15034599_1091474250921548_6321073072270999552_n
Fonte: Produção

Você assim como eu ainda estava decepcionado com os dois filmes do Wolverine? e assim como eu ficou animado com os trailers de Logan? então vem conferir minhas impressões sobre esse filme maravilhoso.

Sim eu detestei os dois filmes solo do Wolverine, achei ambos mal feitos e sem graça isso talvez porque o Wolverine não seja o personagem dos quadrinhos que eu mais acompanho, porém este filme chamado Logan, meu amigo esse é um senhor filme,é de longe um dos melhores filme de super heróis que eu já assisti em minha curta vida(espero assistir outros filmes melhores ou tão bons quanto essa obra prima).

Mas Logan não é necessariamente um filme de herói. O  Wolverine que vemos nesse filme  não se considera mais um herói, não existe mais x-men e quase não existe mais mutantes nascidos naturalmente, nesse filme temos um Logan velho, cansado de lutar, cansado de sofrer e causar sofrimento, temos um professor Xavier com alzheimer e que mal controla seus poderes.

Temos nesse longa os novos mutantes criados artificialmente através do material genético de outros mutantes. Conhecemos nesse filme a Laura ( X-23) que é uma personagem muito forte no filme tanto na força física quanto na personalidade, ela é muito carismática mesmo não falando nada até quase 1h e 40 de filme rsrs, mas com certeza você vai se apaixonar por ela.

Um filme magnifico com uma carga dramática imensa acho muito difícil alguém não se emocionar em algum momento do filme, é de fato um filme triste, claro temos muitas cenas fodas de luta, diálogos bem feitos, mas temos pouquíssimos momentos de felicidade para os personagens na saga final deles.

As lutas ,meu senhor que lutas são aquelas, são muito fodas , muito bem coreografadas, muito fluidas, com bastante sangue e violência, sim o filme é para maiores de 18 anos assim como Deadpool(2016). Acho que essa foi uma boa decisão da FOX pois tanto o Deadpool quanto o Wolverine são personagens mais desbocados e violentos do que o padrão comum aos heróis, dessa forma o filme não fica limitado e eles não precisam mudar uma das principais características do personagem.

0-59
Wolverine

Existem duas coisas que quero ressaltar aqui a primeira é a maquiagem feita no Wolverine para dar a impressão de velho e desgastado que ele está no filme, foi um ótimo trabalho da equipe de maquiadores pois ele realmente aparenta estar muito velho e cansado e a outra coisa é que esse é o último filme que iremos ver Hugh Jackman atuando como Wolverine e aqui no brasil esse é o último filme que Izaac Bardavid dublará o personagem Wolverine no cinema, tanto o Hugh quanto o Izaac estão trabalhando com esse personagem a 17 anos.

hugh-jackman-reverencia-o-dublador-de-wolverine-no-brasil-isaac-bardavid-durante-programa-the-noite-de-danilo-gentili-1487619471492_v2_1920x1279
Hugh Jackman reverenciando Izaac Bardavid no programa The Noite de Danilo Gentilli

O filme é fantastico, realmente muito bom, todas as atuações são impecáveis gostei bastante, bastante mesmo. por tudo que o filme me passou ele merece o 10/10

O CONTADOR VIU: PUNHO DE FERRO ATENDEU AS EXPECTATIVAS?

POR IASLAN NASCIMENTO

21216631
Foto: reprodução.

Punho de ferro (Iron Fist) chegou na Netflix no dia 17/03, três dias após seu lançamento termino a primeira temporada e venho deixar minhas impressões.

Minhas expectativas para a série eram enormes, depois de teasers e trailers bem feitos mostrando cenas de luta e um pouco do personagem, fiquei bastante empolgado, fazendo com que minha expectativa ficasse lá no alto. Esperava mais ação e menos falação do que eu tinha visto em Luke Cage.

Não conheço nada do universo de Punho de Ferro, e foi uma opção não ler as HQ´s (revistas em quadrinho). Gostaria que a série me apresentasse o personagem, pois se tivesse lido as revistas talvez não gostasse do resultado da série.

Bom chega de mais enrolação vamos as minhas impressões. Na verdade, não sei por onde começar, assim como em Luke Cage, Punho de Ferro também tem muita, muita conversa e na maioria das vezes esses diálogos não levam a lugar nenhum chegando a ocupar grande parte dos episódios.

Certamente eu esperava mais do Danny Rand (Punho de Ferro), que na maioria das vezes parece que não é tão sábio o quanto era para ser depois de ter treinado quase 15 anos com os monges, é um personagem que age mais pela emoção do que pela razão.

Mas o pior da série são os “vilões” nos primeiros episódios são os irmãos Meachum, depois o Tentáculo e a Madame Gao e depois o Harold e fica indo e voltando nesses “vilões” que na maioria das vezes tem uma motivação rasa que em alguns casos não faz a história andar.

Uma parte que eu gostei bastante é a conexão com as outras séries Marvel/Netflix, a série está cheia de referência as anteriores e isso é bem bacana. Se você não assistiu Demolidor (1ª e 2ª temporadas) Jessica Jones (1ª temporada) e Luke Cage (1ª temporada) talvez você não pegue as referências ou fique sem entender um ou outro personagem secundário, mas não atrapalha a narrativa desta série se você não viu as citadas acima. Mas ainda esperava um gancho maior para os defensores (próxima série desse núcleo que vai reunir os heróis das quatro séries em uma só).

Certamente eu esperava mais. Gostei de algumas cenas de luta, e das referências as séries anteriores da Marvel/Netflix, mais ainda assim acho que a série precisa melhorar. Minha nota para Punho de ferro é 5/10.