Todos os posts de Ricardo André

Pós-Granduando em Auditoria e Controladoria (UFRN), Professor de Matemática, Assessor Municipal.

MATÉRIA SOBRE “REUNIÃO”

Essa é uma matéria exclusiva sobre matérias que falam de reunião.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Uma das coisas mais legais que a gente pode ver hoje em sites jornalisticos e blog’s é que muitas autoridades têm se empenhado em fazer reuniões só para bater fotos e postar nas redes sociais.

Lógico nada disso teria valor realmente se não fosse postado nas redes sociais para lograr curtidas, visualizações e compartilhamentos.

O ápice dessa nova modinha de matéria sobre reunião foi o que aconteceu essa seman, na quarta-feira (16) sobre a reunião com o presidente Michel Temer e a bancada Legislativa do Rio Grande do Norte, sobre a Segurança, que esta em crise no estado do RN.

reunião 1

A reunião das pessoas mais importantes do Rio Grande do Norte com a pessoa mais importante do Brasil, sobre o assunto mais importante no RN no momento, no fim resultou apenas em uma sessão de fotos e uma chuva de matérias, conclusão a que chegaram vários blogueiros e jornalistas. A seguir alguns ótimos textos:

Presidente Temer não garante nada de concreto para ajudar a diminuir a violência no RN

Temer promete estudo para apoio à segurança do RN

18 de agosto de 2017 às 12:40 Segurança Pública: Presidente Michel Temer passa a conta para a bancada do RN

Por sinal “segurança” é um tema tão importante para o governador,  que ele não foi para reunião.

reunião 2

Esse fato vai nos levar à conclusão de que muitas dessas matérias, muitas dessas reportagens que mostram simplesmente autoridades discutindo temas de gabinete muitas vezes não resultam em ação alguma. Pior que isso são uma forma antiquada e demagógica de fazer marketing pois revela apenas uma pré-disposição e estar realizando ações, ações essas, que muitas vezes não são concretizadas, ou seja, serviram apenas para consumir o nosso tempo e nossos dados móveis.

SINDICATO DOS JORNALISTAS DO RN EMITE NOTA

NOTA

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte reprova veementemente a declaração dada nesta terça-feira (8) pelo Governador Robinson Faria de que o trabalho da imprensa potiguar é um dos responsáveis pela sensação de insegurança nos cidadãos potiguares. A declaração do governador desrespeita toda a classe jornalística, além de querer mascarar uma realidade vista nas ruas do Estado e confirmada através de dados de pesquisas e instituições como o Atlas da Violência e o Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO).

Num estado onde o número de assassinatos já se aproxima dos 1.500 só em 2017 e que facções impõem medo em diversas partes do Estado, não cabe à imprensa resolver este problema. Isto deve ser uma postura de Governo. À imprensa cabe noticiar os fatos e não omitir informações e dados públicos à sociedade, e é o que colegas jornalistas têm feito todos os dias.

Minutos após a equivocada declaração do Governador a uma emissora de rádio de Natal, um tio da primeira dama, Julianne Faria, foi baleado durante o enésimo assalto a uma farmácia da capital potiguar. Precisa dizer algo mais?

Reforçamos nosso apoio aos colegas jornalistas em seu trabalho vital para a sociedade potiguar, e nos solidarizamos com as milhares famílias e vítimas de violência no Rio Grande do Norte.

FALTA DE TRANSPORTE ESCOLAR NOVAMENTE AMEAÇA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO

Atraso no pagamento de transporte escolar causa nova paralisação e ameaça a qualidade da educação na rede municipal e estadual.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Desde sexta-feira (4) diversas linhas de transporte escolar deixaram de circular em São Miguel do Gostoso/RN, e segundo informações fornecidas pelos próprios motoristas o motivo seria a falta de pagamento. O problema atinge principalmente a rota Cruzamento – São Miguel do Gostoso, e Antônio Conselheiro – São Miguel do Gostoso, atingindo as comunidades rurais mais populosas do município.

O problema que aterrorizou professores e alunos no final de 2016, volta a assombrar a educação de Gostoso, atingindo tanto a rede pública quanto a rede estadual. Um dos pilares que possibilita uma educação igualitária e de qualidade é o financiamento do transporte escolar, a falta de transporte impede que vários alunos acessem a escola, já que algumas rotas percorrem 30 km de estradas de barro.

O aluno que perdeu aula, na realidade não terá o mesmo desempenho daquele que assistiu aula, da mesma forma o professor tem seu planejamento prejudicado pois perde em alguns casos mais de 50% dos seus alunos e se vê sem condições de avançar com os conteúdos. O maior prejuízo dessa falta de gestão do transporte escolar é a obvia perda na qualidade de ensino. Outro problema gerado pela falta de transporte escolar é a insegurança, já que muitos alunos optam por vir de moto da zona rural para não perder aula.

 

Em contato com o Secretário de Educação e Cultura de Gostoso, o Sr. Nivaldo Batista, o mesmo não quis dar esclarecimentos por telefone outro meio de comunicação, disse que falaria apenas pessoalmente sobre o problema. Apesar de ter recebido já a terceira parcela do repasse do PETERN (recursos estadual) e estar com as cotas do PNATE (recurso federal) em dia o relato de atrasos no pagamento do transporte escolar é constante

Sem posição sobre os transportes, as escolas públicas seguem as aulas com seu planejamento e o rendimento dos alunos prejudicado.

EM QUEM VOCÊ VOTOU?

A votação da última quarta-feira (02) mostra mais uma vez que o voto dos deputados federais não esta alinhado com o voto de seus eleitores.

RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

“O seu deputado federal – aquele que você votou em 2014 – seguiu a SUA opinião na votação de quarta-feira (02)?”

Na última quarta-feira (02) o horário nobre da TV brasileira, tanto nos canais pagos quanto nos livres foi tomado pela tantas vezes ignorada TV Câmara (aquela que passa os deputados falando), a votação que aprovaria ou rejeitaria o arquivamento das denuncias contra o presidente Temer foi estrategicamente atrasada pelos partidos da oposição possibilitando que o eleitor visse a “cara” do seu deputado declarando seu voto. “Meu Deus! Que representação politica nós temos?!”.

Quem não assistiu a votação pode assitir ao voto dos deputados do RN, clicando AQUI.

noticia_158930
Eles votaram SIM: Rogério Marinho (PSDB), Beto Rosado (PP), Fabio Faria (PSD), Felipe Maia (DEM) e Walter Alves (PMDB). (esq. à dir)

Analisando por um panorama mais geral a votação ao vivo, gerou uma série de “traições” na base governista. Claro que isso não foi suficiente para mudar o panorama da votação, porém, serve como experimento social para analisar que alguns deputados quando não estão sendo observados pelos seus eleitores, só fazem merda. Um bom exemplo foram os Tucanos (PSDB) de São Paulo; dos 11 que fazem parte do grupo do Presidente Temer, 10 votaram contra, ou seja, optaram por preservar seu mandato.

noticia_158931 - Cópia
Eles votaram NÃO: Zenaide Maia (PR), Rafael Motta (PSB) e Antônio Jacome (PODE)

Olhando para bancada do Rio Grande do Norte, tivemos 3 votos (NÃO) contra o governo que foram de Zenaide Maia (PR), Antônio Jacome (PODE) e Rafael Motta (PSB), e 5 votaram SIM, foram os governistas Walter Alves (PMDB), Rogério Marinho (PSDB), Fabio Faria (PSD), Felipe Maia (DEM) e Beto Rosado (PP).

Fica ai um pergunta no ar: Será que os cinco nobres parlamentares que votaram a favor do governo Temer com suas equipes de assessores, não sabem da imensa rejeição do presidente?

Bem capaz que saibam, mas acreditam que com os recursos das emendas parlamentares possam garantir votos para si na base, graças aos prefeitos que invadiram Brasília na terça (01) e quarta (02) em busca se seu quinhão, pois precisam desesperadamente de obras.

A pergunta que fundamenta esse artigo deixo para o nobre leitor responder.

FOLHA ‘ESTOURADA’ AINDA É PROBLEMA EM SÃO MIGUEL DO GOSTOSO

Apesar de estar entre os 79 municípios com a folha “estourada”, o entra e sai de funcionários não condiz com o discurso de crise financeira.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

Nas últimas semanas a relação dos 79 municípios notificados pelo TCE/RN foi pauta de muitos blogs. Nessa lista São Miguel do Gostoso ocupa a posição 39, quando no último mês de abril alcançou 59,1% das suas despesas com gasto de pessoal.

O Prefeito Renato Teixeira (PSD) recebeu o município acima do limite máximo que é de 54%. Porém como você  vai acompanhar nos gráficos abaixo a lista apenas aumentou e bateu o recorde de funcionários no município, alcançando 730 servidores. Fato mais impressionante ainda, quando comparamos os meses de janeiro a abril com um aumento de 280 servidores.

Quantidade de Funcionários
Fonte: Portal da Transparência

O que aconteceu depois?

No mês de junho vieram as primeiras demissões reduzindo o numero e servidores para 689, ou seja, foram demitidos 41 servidores, mas algumas secretarias saíram no prejuízo enquanto outras contrataram. Veja o balanço obtido de acordo com dados do Portal da Transparência:

ENTRA E SAI
Fonte: Portal da Transparência

Observe que os contratados da Educação levaram a pior, com 66 demissões, contra 25 contratações da Administração. Tivemos ai uma cena de dança das cadeiras, onde entram e saem funcionários, o fato é que essa atitude não melhorou a situação política, nem administrativa da  prefeitura.

O que fazer?

A fórmula para ajustar as contas já é conhecida: Diminuir a despesa e aumentar a receita. Mas isso está difícil pois até agora o gestor do município não demonstrou preocupação com o futuro das finanças do município, além disso, segue concedendo perdão de impostos para grandes empresas como a que administra o “Reveillon Gostoso” complicando ainda mais as receitas.

Segundo o relato de conselheiros municipais que estavam presentes na reunião de secretariado, o Prefeito teria sido alertado sobre a possibilidade de ser enquadrado no crime de improbidade administrativa e e perder os direitos políticos, se não vier a tomar um providência, afinal de contas nesta última semana o município de Natal assinou um Termo de Ajustamento de Gestão junto ao Ministério Público e a tendência é que os demais municípios da lista também entrem na roda.

 

ARQUIDIOCESE REALIZA ROMARIA DOS MÁRTIRES

POR PASCOM
ARQUIDIOCESE DE NATAL – NATAL /RN

A comunidade de Cunhaú, no município de Canguaretama, acolhe, neste domingo, 16, a Romaria Arquidiocesana dos Mártires. Nesta data também são lembrados os 372 anos do morticínio de Cunhaú. A programação iniciará às 7h, com o 5º Mart Bike, saindo de Canguaretama para a capela de Nossa Senhora das Candeias, em Cunhaú; às 9h, no Santuário Chama de Amor, haverá momento de louvor e atendimento de confissões; às 10h, recitação do terço e missa; às 12h, bênção do Santíssimo Sacramento; às 15h, no campo dos Mártires, show com Padre Nunes, e, às 17h, missa solene, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha.

A romaria é em preparação para a canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, padroeiros do Rio Grande do Norte. No dia 15 de outubro próximo, o Brasil vai ganhar seus primeiros santos mártires, com a canonização dos beatos André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, padres, e Mateus Moreira, leigo, juntamente com os seus 27 companheiros.

Martírio de Cunhaú

Os morticínios aconteceram no ano de 1645. O primeiro deles, no dia 16 de julho daquele ano, aconteceu nas terras do Cunhaú, no município de Canguaretama, na capela de Nossa Senhora das Candeias, durante a celebração de uma missa.

Cunhau (Rivaldo Jr)
Capela de Nossa Senhora das Candeias, em Cunhaú (Foto: Rivaldo Jr.)

Segundo relatos históricos, o padre André de Soveral e outros 70 fiéis foram cruelmente mortos por mais de 200 soldados holandeses e índios potiguares. Por seguirem a religião católica, tiveram que pagar com a própria vida o preço da fé, por causa da intolerância calvinista dos invasores. De acordo com o padre José Pereira Neto, administrador paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Canguaretama, e membro da comissão arquidiocesana dos mártires, a capela de Nossa Senhora das Candeias era uma paróquia, na época, tendo como pároco, o padre André. “O padre André era natural de São Vicente, em São Paulo. Por um tempo da sua vida foi jesuíta e já estava aqui como padre diocesano, pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Candeias. O engenho Cunhaú era o grande centro econômico do Estado e aqui se tinha essa estrutura religiosa”, conta.

 SERVIÇO

Romaria Arquidiocesana dos Mártires
Data: 16 de julho
Local: Capela de Nossa Senhora das Candeias, em Cunhaú, município de Canguaretama.

SÃO MIGUEL DO GOSTOSO PRECISA REVER SUA POLITICA DESPORTIVA

Politica desportiva em São Miguel do Gostoso merece reflexão.

POR RICARDO ANDRÉ
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO/RN

A cobrança de taxas ou similares para competições é uma pratica que inaugurou a gestão da nova secretaria de Esporte de São Miguel do Gostoso.

Sobre um pretexto de “boa ação” ou “contribuição social” a atitude de cobrar inclusive de eventos infantis, vai na contra mão do que se imaginava para uma politica de incentivo ao esporte gostosense.

Cobrar mesmo que seja um quilo de alimento, em evento tradicional e público, querendo ou não, exclui quem não tem um quilo de alimento para dar.

Além de excluir, não fomenta a prática desportiva, e serve de marketing político para os agentes públicos envolvidos.

Compare

A Copa do Interior (futebol de campo) realizada por uma comissão independente teve a sua inscrição no valor de R$ 125,00 e reuniu 16 times (titular e juvenil).

A Copa Gostoso de Futsal realizada pela Secretaria de Esportes custou R$ 150,00 para cada time inscrito e reuniu 12 times. E houve a cobrança de um quilo de alimentos para assistir as semifinais e a final.

Os Jogos Escolares do RN (JERN’s) são gratuitos, assim como qualquer competição dita “pública” deveria ser.

Precisamos lembrar que o município não possui nenhuma lei que autorize a nova secretaria a cobrar por inscrição em competições, logo essa contribuição é ilegal.

Qual o papel da Secretaria de Esporte?

A nova secretaria deveria fomentar a politica pública de esporte através de suas ações, projetos e programas.

Na realidade o que temos é uma secretaria que nasceu sem orçamento e com 4 cargos de “confiança” que custam ao município R$ 140.678,40 por ano.

As ações da nova secretaria não vão além do que os grupos independentes que existem em Gostoso já fazem, nem suas ações alcançam ou beneficiam tais grupos, times e escolinhas além do que a Secretaria de Educação já realizava nos últimos anos. Pelo contrário, os grupos independentes que mobilizam o esporte em São Miguel do Gostoso ganharam mais um concorrente, que compete através de seus diversos articuladores por patrocínio, cada vez mais difícil; e para fechar com chave de ouro ainda tem que contribuir para com o poder publico – sem reclamar.

O município de São Miguel do Gostoso realmente precisa rever sua politica desportiva.