#Contos: É HORA DE JOGAR COM GOSTO

POR FÁBIO CHAP

Vou continuar a insistir. A viver no limite. A dar palpite no rumo do coração. A reconhecer o chão que piso. E se escorregar, ok. Se cair, ok. Corpo quebrado não é alma quebrada. Vou continuar a insistir. E vou durar até a tristeza sair pra não voltar nunca mais. Até a paz que eu li por aí ser exatamente a paz aqui de dentro.

Às vezes a gente acha que a pedra é grande demais, mas vou falar que o tamanho dela tanto faz. O que muda é a nossa altura, não a largura do problema. O sistema funciona assim: aprender a falar sim. Aprender a falar não. Inflar o peito, erguer o queixo e avançar o passo; o jogo tá posto. É hora de jogar com gosto. E vencer.

**

Anúncios