COM CONFUSÃO E EMOÇÃO “LA, LA, LAND” LEVA 6 OSCARS, MAS MELHOR FILME FOI “MOONLIGHT”

‘Moonlight’ levou Oscar de melhor filme depois da confusão na leitura do envelope pelo apresentador Warren Beaty.

POR AILTON RODRIGUES
DOLBY THEATRE, LOS ANGELES (EUA)

moonlight-barry-jenkins-oscars
Moonlight vence como Melhor Filme depois de confusão.

Foi com emoção e confusão que “Moonlight: Sob a Luz do Luar” ganhou o prêmio de Melhor Filme na cerimônia do Oscar 2017 que rolou neste domingo (26). Apesar disso, o queridinho “La, La, Land: Cantando Estações” ganhou seis estatuetas depois de levar 13 indicações e se consagrou como maior vencedor da noite.

O musical mais comentado dos últimos tempos ganhou os Oscars de atriz (Emma Stone), diretor (Damien Chazelle), música original, trilha sonora, fotografia e design de produção, mas a confusão protagonizada por Warren Beaty foi a maior tônica da noite. Ele simplesmente errou ao se confundir com o nome do envelope:

“Dentro do envelope estava ‘Emma Stone: La, La, Land’, por isso eu demorei tanto para ler”, disse o ator.

A confusão foi desfeita quando um dos integrantes do filme “La, La, Land” declarou que o anúncio foi errado.

TEVE POLÍTICA CONTRA TRUMP

o-apartamento
Anousher Ansari recebeu prêmio e leu carta de Asghar Farhadi contra Trump

Vários artistas disseram críticas ao presidente Trump pela sua conduta anti imigratória (Gabriel garcia Bernal inclusive disse que era totalmente contra muros), mas a maior manifestação da noite foi na categoria Melhor Filme Estrangeiro.

O vencedor foi o filme iraniano “O Apartamento” e seu diretor Asghar Farhadi não apareceu na cerimônia, mas mandou uma carta que dizia em um trecho:

“Minha ausência é em respeito às pessoas do meu país e dos outros seis países que foram desrespeitados pela lei dos Estados Unidos, que proíbe a entrada no país. Dividir o mundo entre nós e os inimigos cria medo, justifica guerras”.

TEVE BRASIL, SIM SENHOR!

lazaro
Lázaro Ramos apareceu no Oscar

O Oscar reservou dois momentos para os brasileiros. O primeiro foi uma homenagem no momento solene da cerimônia, quando o diretor Hector Babenco foi lembrado e o segundo se deu quando Lázaro Ramos e Seu Jorge apareceram em um vídeo onde eles diziam que filmes eles gostaram de ver.

OUTROS DESTAQUES…

  • A Disney levou 3 estatuetas: melhor curta de animação (Piper), melhor animação (Zootopia) e efeitos visuais (Mogli).
  • Casey Affleck foi a surpresa da noite vencendo como melhor ator.
  • Houve uma pegadinha com turistas que ao ser enganados pararam no palco do oscar, foi hilário.
  • Jimmy Kimmel foi um bom apresentador e depois da confusão ele ainda disse sabia que sua presena ali iria culminar com algo errado. Uma figuraça.
  • Em mixagem de som o filme “13 horas: Os Soldados Secretos de Benghazi” havia sido desclassificado da indicação porque o responsável havia feito lobby para que fosse indicado.
  • Viola Davis foi maravilhosa ao se emocionar quando venceu como atriz coadjuvante.
  • Katherine Johnson, cientista da NASA, em cadeira de rodas, participa da cerimônia do Oscar ao lado de Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monae. Ela foi homenageada pela academia.

OS VENCEDORES

Veja a lista completa de vencedores (em negrito) abaixo:

  • ATOR COADJUVANTE:

Mahershala Ali, “Moonlight: sob a luz do luar”

Jeff Bridges, “A qualquer custo”

Lucas Hedges, “Manchester à beira-mar”

Dev Patel, “Lion: Uma jornada para casa”

Michael Shannon, “Animais noturnos”

  • MAQUIAGEM E CABELO:

“Um homem chamado Ove”

“Star Trek: sem fronteiras”

“Esquadrão suicida”

  • FIGURINO:

“Aliados”

“Animais fantásticos e onde habitam”

“Florence: quem é essa mulher?”

“Jackie”

“La la land: cantando estações”

  • LONGA DOCUMENTÁRIO:

“Fogo no mar”, de Gianfranco Rosi

“I am not your negro”, de Raoul Peck

“Life, animated”, de Roger Ross Williams

“O.J.: made in America”, de Ezra Edelman

“A 13ª Emenda”, de Ava DuVernay

  • EDIÇÃO DE SOM:

“A chegada”

“Horizonte profundo: desastre no Golfo”

“Até o último homem”

“La la land: cantando estações”

“Sully: o heroi do Rio Hudson”

  • MIXAGEM DE SOM:

“A chegada”

“Até o último homem”

“La la land: cantando estações”

“Rogue One: uma história Star Wars”

“13 horas: os soldados secretos de Benghazi”

  • ATRIZ COADJUVANTE:

Viola Davis, “Um limite entre nós”

Naomie Harris, “Moonlight: sob a luz do luar”

Nicole Kidman, “Lion: Uma jornada para casa”

Octavia Spencer, “Estrelas além do tempo”

Michelle Williams, “Manchester à beira-mar”

  • FILME ESTRANGEIRO:

“Terra de minas” (Dinamarca)

“Um homem chamado Ove” (Suécia)

“O apartamento” (Irã)

“Tanna” (Austrália)

“Toni Erdmann” (Alemanha)

  • CURTA DE ANIMAÇÃO

“Blind Vaysha”

“Borrowed Time”

“Pear Cider and cigarettes”

“Pearl”

“Piper”

  • LONGA DE ANIMAÇÃO:

“Kubo e as cordas mágicas”

“Moana: um mar de aventuras”

“Minha vida de abobrinha”

“A tartaruga vermelha”

“Zootopia”

  • DIREÇÃO DE ARTE:

“A chegada”

“Animais fantásticos e onde habitam”

“Ave, César”

“La la land: cantando estações”

“Passageiros”

  • EFEITOS VISUAIS:

“Horizonte profundo: desastre no Golfo”

“Doutor Estranho”

“Mogli: o menino lobo”

“Kubo e as cordas mágicas”

“Rogue One: uma história Star Wars”

  • EDIÇÃO:

“A chegada”

“Até o último homem”

“A qualquer custo”

“La la land: cantando estações”

“Moonlight: sob a luz do luar”

  • CURTA-METRAGEM:

“Ennemis intérieurs”, Slim Azzazi

“La femme et le TGV”, Timo von Gunten e Giacun Caduff

“Silent nights”, Aske Bang e Kim Magnusson

“Sing”, Kristof Deak e Anna Udvardy

“Timecode”, Juanjo Gimenez

  • CURTA DOCUMENTÁRIO:

“Extremis”

“4.1 miles”

“Joe’s violin”

“Watani: my homeland”

“The white helmets”

  • FOTOGRAFIA:

“A chegada”

“La la land: cantando estações”

“Lion: uma jornada para casa”

“Moonlight: sob a luz do luar”

“Silêncio”

  • TRILHA SONORA:

“Jackie”

“La la land: cantando estações”

“Lion: uma jornada para casa”

“Moonlight: sob a luz do luar”

“Passageiros”

  • CANÇÃO ORIGINAL:

“Audition (The fools who dream)”, de “La la land: cantando estações”

“Can’t stop the feeling”, de “Trolls”

“City of stars”, de “La la land: cantando estações”

“The empty chair”, de “Jim: The James Foley Story”

“How far I go”, de “Moana: um mar de aventuras”

  • ROTEIRO ORIGINAL:

“A qualquer custo”

“La la land: cantando estações”

“O lagosta”

“Manchester à beira-mar”

“Mulheres do Século 20”

  • ROTEIRO ADAPTADO:

“A chegada”

“Um limite entre nós”

“Estrelas além do tempo”

“Lion: uma jornada para casa”

“Moonlight: sob a luz do luar”

  • DIREÇÃO:

“A chegada”, Denis Villeneuve

“Até o último homem”, Mel Gibson

“La la land: cantando estações”, Damien Chazelle

“Manchester à beira-mar”, Kenneth Lonergan

“Moonlight: sob a luz do luar”, Barry Jenkins

  • ATOR:

Casey Affleck, “Manchester à beira-mar”

Andrew Garfield, “Até o último homem”

Ryan Gosling, “La la land: cantando estações”

Viggo Mortensen, “Capitão Fantástico”

Denzel Washington, “Um limite entre nós”

  • ATRIZ:

Isabelle Huppert, “Elle”

Ruth Negga, “Loving”

Natalie Portman, Jackie

Emma Stone, “La la land: cantando estações”

Meryl Streep, “Florence: quem é essa mulher?”

  • MELHOR FILME:

“A chegada”

“Um limite entre nós”

“Até o último homem”

“A qualquer custo”

“Estrelas além do tempo”

“La La Land: cantando estações”

“Lion: uma jornada para casa”

“Manchester à beira-mar”

“Moonlight: sob a luz do luar”

O Contador encerra sua cobertura do Oscar 2017. Até qualquer hora!
Anúncios