Como a tecnologia pode unir alunos e professores?

Resultado de imagem para tecnologia e educação

Olá, leitores!

A tecnologia já é uma realidade presente no cotidiano de todas as pessoas, sejam professores ou alunos. Através de dispositivos móveis, notebook, televisões com inúmeros canais e programas de todas as naturezas e infinitas outras possibilidades conectam cada pessoa a uma fonte incalculável de novas informações a todo o tempo. Hoje em dia, por exemplo, qualquer pessoa pode acessar uma biblioteca de informações sem sair de casa.

Nessa avalanche de possibilidades, muitos professores acabam se sentindo ameaçados pelas tendências e rapidez tecnológicas e resistentes a elas, avaliando, muitas vezes como forma de substituição e até mesmo que atrapalhe o processo de ensino.

Essas mesmas tecnologias que fazem os alunos não prestar atenção nas aulas (redes sociais, por exemplo) podem também ser vistas, não como um inimigo, mas aliado dos professores em sua prática acadêmica, podendo aproximá-los de seus alunos de novas maneiras e também fornecer diversas ferramentas que levam o conhecimento, melhoram os sistemas de análise pessoal dos alunos e do contexto educacional e, se usadas com sabedoria e criatividade, são um enorme potencial para aproximar alunos, corpo docente e melhorar ainda mais a educação. Conheça algumas das principais possibilidades que a tecnologia promove para unir professores a seus alunos:

Resultado de imagem para tecnologia e educação

  • Mais formas de comunicação: a tecnologia possibilita formas de comunicaçãoque vão muito além do contexto da sala de aula, podendo se estender para a comunicação remota entre alunos e professores e a facilitação de outras formas de expressão, como através de textos e imagens. Professores podem se utilizar de ferramentas de e-mail, grupos de e-mail e fóruns, por exemplo, para trocarem informações, atualizações e arquivos com seus alunos, como textos diversos, infográficos, vídeos, imagens, etc. Também pode ser uma ferramenta facilitadora para se aproximar de alunos que tenham dificuldades de comunicação socialpela fala, como os mais tímidos, por exemplo, que podem se sentir mais à vontade para iniciar uma aproximação através de recursos tecnológicos;
  • Mais ferramentas de aprendizagem: através da tecnologia, os professores tem acesso a incontáveis novas formas de transmissão de conhecimento para os seus alunos, como atividades interativas, simulações, videoconferências, palestras de outras pessoas cuja distância impediria os alunos de acessarem, dentre outros. Pela tecnologia, por exemplo, professores e alunos podem conhecer o acervo de museus em todas as partes do mundo, visualizar cartografias e planos geográficos, conhecer novas culturas, etc.;
  • Maior interatividade com os alunos: as tecnologias dominam as formas de comunicação entre as mais novas gerações. Os alunos, em sua quase totalidade, estão conectados a uma ou diversas formas de tecnologia da comunicação. Aproximando-se desses recursos, os professores também se aproximam das novas formas de compreensão de mundo e do outro que os jovens têm, promovendo maior interatividade entre eles. Os dispositivos tecnológicos já fazem parte da rotina dos estudantes, logo, ao conectar a eles, os professores têm novas formas de conectar com o mundo de seus alunos;
  • Ensino mais personalizado: hoje em dia, os professores já podem contar com diversas ferramentas de avaliação e análise do desempenho dos seus alunos, softwares e técnicas capazes de analisar o desempenho escolar de cada estudante, assim como apontar dificuldades e sugerir soluções para cada um deles. Utilizando-se dessas ferramentas, os professores podem ter uma visão individual e mais precisa dos seus alunos, compreendendo suas habilidades, tendências de aprendizagem e dificuldades – assuntos que melhor precisam ser trabalhados. Logo, ele tem maiores possibilidades para avaliar o próprio desempenho, de seus estudantes e personalizar o modo de ensino tanto no âmbito geral, como individual, promovendo uma aprendizagem mais focada nas reais necessidades educacionais dos alunos.

Boas aulas e até a próxima!

Fonte: Canal do Ensino

Anúncios