3 idiomas essenciais no mercado de trabalho

 

idiomas

 

Segundo dados da Catho, o francês é o terceiro idioma mais exigido pelo mercado, atrás apenas do inglês e do espanhol

Olá, pessoal!

O mercado de trabalho brasileiro está cada vez mais competitivo, principalmente diante desse cenário de crise econômica e política. Com o aumento das taxas de desemprego no último ano, a procura por profissionais qualificados e com umcurrículo com diferenciais tem sido maior.

Dessa forma, além de graduação, MBAs e cursos extracurriculares, é preciso também ter conhecimentos em idiomas, para se colocar à frente dos concorrentes nosprocessos seletivos. Além do tradicional inglês, é preciso saber, no mínimo, mais duas línguas para que a sua experiência se destaque no mercado.

Segundo pesquisas realizadas pela Catho, especialista em seleção e recrutamento de pessoas, os outros dois idiomas mais exigidos pelas empresas hoje em dia são oespanhol e o francês. Este último, aliás, tem surpreendido muitas pessoas que já haviam se arriscado no mandarim, que era a nova aposta mundial por ser a língua mais falada no mundo.

Resultado de imagem para idiomas

Até julho, os dados da Catho revelaram que mais de mil vagas pediam que os candidatos tivessem um nível básico ou avançado da língua mais romântica do mundo. Enquanto isso, 160 exigiam o japonês e apenas 37 oportunidades citavam o chinês.

Segundo especialistas, o francês tem sido cada vez mais exigido porque, além de seridioma oficial de países que mantém boas relações com o Brasil, também é a língua oficial da OTAN, da Cruz Vermelha e dos Jogos Olímpicos – você deve ter observado que na cerimônia de abertura da Rio 2016 o comitê falava em francês e em inglês. Além disso, o turismo e as empresas multinacionais presentes no Brasil também podem explicar a presença do idioma como 3º mais requisitado nomercado de trabalho.

Ao todo, estima-se que em no mundo quase 300 milhões de pessoas falem a língua, o que a coloca em posição de destaque no mercado. Aliás, segundo a Catho, o francês é o idioma mais falado pelos brasileiros depois do inglês e do espanhol. Na sequência aparece o italiano.

Para os recrutadores, a procura por cursos de línguas tem se tornado cada vez mais frequentes nos últimos anos e a escolha de opções diferentes pode ser explicada  pelo aumento no número de escolas especializadas. Outro facilitador é atecnologia, já que atualmente é possível encontrar diversos sites, aplicativos evideoaulas com cursos completos.

Mercado exige investimento em capacitação

É preciso investir constantemente em capacitação profissional. Além do idioma, recomenda-se também a aposta em cursos extracurriculares de liderança, marketing, comunicação, atendimento e outros tipos relacionados à área de atuação de cada um.

Além de aprender, por meio dos cursos é possível montar uma rede de relacionamento maior, o que auxilia não apenas no dia a dia do mundo empresarial, mas também na troca de conhecimento e, principalmente, indicação de ofertas de emprego.

Fonte: Canal do Ensino

Anúncios