REUNIÃO ENTRE EÓLICAS E DISTRITOS TERMINA COM ACORDO E POLÊMICA

Presença de representantes e não da própria prefeita chateou bastante os presentes que agendaram uma nova assembleia para janeiro.

POR AILTON RODRIGUES
TABUA, SÃO MIGUEL DO GOSTOSO

A tão esperada reunião que definiria o acordo formal entre os distritos e as eólicas foi cheio de nuances nessa segunda-feira (22) na comunidade da Tabua, porém o ponto mais alto do evento foi justamente o não comparecimento da prefeita, Maria de Fátima, que encarregou sua chefe de gabinete, a secretária de obras e a vereadora Francisca Pinheiro para representá-la.

Como sabemos as eólicas estavam com uma série de fatores que vinham desagradando os moradores dos distritos, como a passagem de carretas nas madrugadas. Mas o rumo para a paz foi tomado quando o representante da Voltália, Jeffrey Araújo, anunciou que as mesmas medidas tomadas na Umburana (que você já viu aqui no Contador) serão tomadas também na Tabua.

Jeffrey também informou um fato bastante relevante, o tão falado ISS que é o imposto ao qual as indústrias tem que pagar ao município, começou a ser repassado em novembro e não desde o início da instalação como todos haviam pensado.

De forma breve os pontos mais questionados ficaram da seguinte forma: na questão do aguamento serão três pipas trabalhando nos quatro distritos, a respeito dos buracos nas estradas será feito o nivelamento a partir de sexta-feira.

O assunto mais comentado foi sobre as invasões que aconteceram nos terrenos para o alargamento da estrada em que até hoje os donos não viram a cor do dinheiro. Percebeu-se que houve uma série de erros da prefeitura onde não avisaram aos moradores sobre o uso das suas terras, além disso colocaram João Wilson, ex-prefeito, como intermediador da prefeitura no início deste processo.

Com isso a chefe de gabinete, Jane, declarou após bastantes questionamentos: “Eu vim falar em nome de Fafá e não de João Wilson (…) reconhecemos que comunicação é uma falha na nossa prefeitura”.

Por causa do recesso de fim de ano foi agendada para o dia nove de janeiro uma nova reunião com representantes das comunidades, prefeita, além da empresa León Souza que foi a encarregada da obra.

Apesar de todos os momentos mais tensos onde o foco da reunião foi perdido para esclarecimentos da gestão atual, a Tabua pode ter dado um passo importantíssimo, já que o acordo finalmente foi acertado.

Nós do Contador de Causos continuaremos de olho.

Anúncios

Uma opinião sobre “REUNIÃO ENTRE EÓLICAS E DISTRITOS TERMINA COM ACORDO E POLÊMICA”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s